• setembro 26, 2021

Institucional

barra site branca

CASO – CENTRO DE ATLETISMO DE SOBRADINHO 

O Centro de Atletismo de Sobradinho – CASO, com sede na cidade de Sobradinho, no Distrito Federal, é um projeto social que tem a missão de desvendar, capacitar e treinar crianças, jovens e adultos a se 
 

tornarem atletas campeões, não apenas em disputas esportivas, mas principalmente, protagonistas de suas próprias vidas.  O CASO começou sua trajetória em 1990, quando os atletas competiam pelo Sobradinho Esporte Clube. Depois disso, João Sena Bonfim criou o próprio clube com o auxílio de sua esposa Gianetti Oliveira. A dedicação da família Sena Bonfim pelo atletismo falou mais alto que outras coisas. Mesmo aposentado, João, luta para formar atletas. Esse é seu foco prioritário.

João Evangelista de Sena Bonfim

Centro de Iniciação Desportiva
CID – Atletismo – Sobradinho (SEDF)
Centro de atletismo de sobradinho – CASO
Histórico (pelo prof. Sena)

João Evangelista de Sena Bonfim, 53 anos, 33 anos de atletismo. Treinador de vários talentos esportivos da cidade, possibilitou que nossa cidade sobressaísse nas mais diversas modalidades e áreas do esporte.

Sob a sua direção, os seus atletas bateram mais de 30 recordes brasileiros e somente a Carmem de Oliveira bateu o recorde Sul-americano 18 vezes. Hoje, Sena está no auge da sua performance técnica, mostrando mais experiência e participando ativamente da vida esportiva da cidade e do país. 

Desde 1981 já competia com uma equipe de alunos do Ced-02, escola de Sobradinho onde descobri, Gianetti, Carmem e Alexandre Coutinho. Em 1983, no primeiro semestre, fomos campeões do Cross-Country (volta na SODESO, de 4.800m) e do Revezamento Gigante. No Cross que era realizado até o mês de maio, foi revelada a Atleta que marcaria para sempre a história das corridas de Fundo do Brasil e América do Sul A atleta, Carmem Souza de Oliveira (17.08.65), venceu os Jogos Escolares de Brasília e ficou em sexto lugar nos JEBS (Jogos Escolares Brasileiros). O CROSS revelou também Solange Cordeiro, Gianetti Sena, Osvaldo Souza e Alexandre Coutinho.

Em Março descobri a atleta Carmem Souza de Oliveira (19.08.1965), no mês de março, atleta que mais tarde seria a melhor corredora de fundo da América do Sul, de todos os tempos. Em 02 de julho casei com a minha atleta e ex-aluna, Gianetti Oliveira de Sena Bonfim (13.03.65), que com 31 anos de idade tornou-se a melhor Marchadora do País, por oito anos seguidos. Em agosto, fundamos o CID de atletismo de Sobradinho. 

Com a atleta de alto nível em Sobradinho, varias portas foram abertas. Em Julho de 1983, o prof. LIBERATO, que era Supervisor de Educação Física em Sobradinho, convidou-me para abrir um Centro de Iniciação, coisa nova, não tinha em lugar nenhum. Era o que tinha sonhado se realizando. Em agosto de 1983 juntamente com o professor Maxwell (prof. da tarde) e o prof. LIBERATO, fundamos o primeiro CID de Brasília. Foi uma bela festa, todos os professores de Educação Física presentes, a Diretora da Regional de Ensino, o Administrador (Pe. Jonas) e também os alunos escolhidos pelos professores, num total de 40 alunos para cada turno, que depois foi quase triplicado. Em outubro participamos dos Jogos Escolares do DF. categoria INFANTIL. Conquistamos três medalhas de ouro com ALEXANDRE COUTINHO, (1500m e 3000m), que foi campeão brasileiro em 1984 e vice-campeão Sul-americano, nos 3000m e também MÔNICA BEZERRA DE ARAÚJO, no salto em altura.

Era tempo das vacas gordas. Tínhamos um médico e uma psicóloga. O Ced-02, três vezes por semana nos brindava com gostoso lanche e os campeões foram aparecendo. E os professores com prazer e alegria sempre estavam trazendo seus alunos para teste. Quero agradecer Os Professores; NORMA, ARIVALDO, CLEURENE, MAXWELL, SILVIA, LOURIVAL, JOÃO CARLOS, FUMIO, MAGALI, DELVA, ADRIANA, GRACE KELLY, SILVIA, sem eles não haveria CID de Atletismo.

 

 

 

Carmem se recuperava de uma contusão e não competiu no lº Semestre. Alexandre Coutinho e Mônica brilhavam. Campeões foram se revelando como WELLINGTON CABRAL, salto distância, GEORGETE CARDOSO (irmã da Margareth Cardoso, prof. de Educação Física, CID/GRD), SOLANGE CORDEIRO (sétima no campeonato juvenil de 1988 e a maior vencedora das Corridas de Reis em Brasília, 10.000m), ALESSANDRA COUTINHO (salto em altura), OSVALDO SOUZA (5.000m) e PATRÍCIA SARDINHA DE ANDRADE (dardo). No segundo semestre Carmem reaparece e bate o recorde brasileiro dos 3000m, nos 1500 (recorde sul-americano) e fica em quinto lugar na São Silvestre.
O CID manda 13 atletas para os JEBS, sendo 7 alunos da manha e 6 da tarde. Os atletas revelados em 1984 trouxeram medalhas e Solange venceu os 3.000m e 1500m. Carmem consegue o 2º lugar na São Silvestre e já é recordista sul-americana dos 10.000m.
Patrícia Sardinha consegue medalha de prata no lançamento do dardo (Brasileiro Juvenil), Alexandre vence o campeonato brasileiro nos 2.000m obst. (recorde) e Solange vence nos 10.000m e 3.000m juvenil. Nunca Brasília havia conseguido tantas medalhas numa competição. Carmem obtém o recorde nos 3.000m.
Carmem participa do seu primeiro Pan-americano, em Indianápolis (EUA), consegue a 5ª colocação nos 3.000rn e l.000m. Surgiram novos campeões, como MARCOS ALMEIDA e MARCELO MEDEIROS, que juntos com SEBASTIÃO SOUZA e OSVALDO SOUZA, formaram a melhor equipe de revezamento de Brasília), imbatíveis.

Apareceram 5 jovens do CE-04 para conhecer o que era Atletismo, Laura, Andréia Rodrigues, Andréia Silva, Betânia e Ivone Lemos. Junto com as outras que já estavam, fizeram a hegemonia de Sobradinho no Atletismo. Laura e Andréia Silva, nos 100m e 200m. Andréia Rodrigues nos arremessos Betânia nos 400 e 800 e Ivone nos 1500 e 3000m. Ivone foi a primeira atleta a ganhar uma marotinha por Sobradinho. 

Essa turma deu pelo menos 20 títulos para o CID de Sobradinho. Foi a segunda geração vencedora de Intercids e aumentou a fama de Sobradinho em ter excelentes equipes femininas. No Masculino surgiram Hugo Araújo, Luciano Santiago, Edson Lima, Flávio Mimura, Leonardo Cordeiro, Ednaldo Santos.

Surgem mais duas excelentes atletas, Míriam Rocha, que foi recordistas brasiliense do salto em altura, seguida de perto por Lucineide Silva, outra excelente saltadora. Gianetti Sena, fica em quinto lugar na corrida de Reis ao lado de Genezi Lima. No pódio da Corrida de Reis, quatro atletas de Sobradinho, Carmem, Solange, Genezi e Gianetti. A equipe masculina era a seguinte: Alexandre Coutinho, Osvaldo Silva, Sigisberto Souza, Marcos Almeida, José Nilton Barros, José Nilton Rodrigues José Cardeal, Hugo Araújo, Hudson Souza, Marcelo Medeiros, Edson Lima, Flávio Mimura, Wellington Cabral, Antônio Almeida, Ivan Pereira, Fábio Consolação. Com esta equipe, Sobradinho pela primeira vez foi Campeã de Brasília, Adulto. 

E assim se seguiu até 1998, dez anos seguidos Juntamente com a Equipe feminina: Carmem Oliveira, Solange, Genezi, Gianetti Sena, Ivone, Betânia, Patrícia Sardinha, Andréia Silva, Elaine Rodrigues, Laura, Alessandra Coutinho, Georgete, Maria Consolação, Lucineide, Míriam Rocha, equipe esta que foi campeã de Brasília por 14 anos seguidos. Destaque para Hudson Souza.

 

Vão surgindo novos atletas como Hudson Souza, Hugo Araújo e Luciano Santiago Hudson, ganhou medalha de bronze nos 1500m do Pan-americano em Winnypeg, Canadá em 1999. Outro campeão que surgiu foi o José Nilton Rodrigues de Souza, campeão Sul-americano juvenil em 1990, nos 1500m. No feminino, Lucilene Silva, excelente atleta nos 400m e 800m. O CID de Sobradinho, vence absoluto em todas as categorias. Carmem fica novamente em segundo na São Silvestre e faz a sua primeira excursão à Europa Solange sobe pela primeira vez ao pódium da São Silvestre, no Brasil só perde para Carmem.

O CID tem pelo menos um atleta campeã em todas as categorias, pré-mirim, mirim, infantil, juvenil, infanto-juvenil, adulto e universitário. Sobradinho vence os jogos abertos de Brasília, feminino. Dos seis troféus da Federação Brasiliense, Sobradinho conquista quatro. 

Carmem vence o Meeting de Portugal e do Brasil, participa do Campeonato Mundial no Japão (a primeira brasileira a participar de um mundial – prova de fundo) e se classifica para as Olimpíadas de Barcelona, também sendo a primeira fundista brasileira a conseguir esta façanha. Solange só perde para a Carmem no Brasil e América do Sul. 

Não há nenhum titulo que Sobradinho não tenha conquistado aqui em Brasília, Jogos Escolares: Infantil, mirim, pré-mirim, Jogos do La Salle, Juvenil, Infanto-juvenil, Jogos da Primavera (Organizado pelos Marçons de Brasília) Marotinha, Maratona de Brasília, Corrida do Soldado, Corrida do Carteiro, Corrida de Reis, Jogos Abertos de Brasília e muitas outras competições Nos orgulha, que em nossa equipe só compete atletas revelados em Sobradinho, não importamos atletas. Só exportamos.

 

Sobradinho continua com sua força no atletismo, vence em todas as categorias e para o campeonato brasileiro de menores tem os seguintes atletas: Hudson, Hugo, Luciano, Ivone, Betânia e Lucineide. Carmem vai para as Olimpíadas e Solange consegue o quarto lugar na São Silvestre. Gianetti resolve por acaso a fazer Marcha Atlética e vence brasiliense e o Centro Oeste.

Na seleção de Brasília para o Centro-Oeste, Sobradinho tem mais de 20 atletas convocados. Surge uma nova equipe de fundistas, como José Ivaldo, José Ribamar, Reinaldo, Reginaldo Ramos, que vão fazer muito sucesso junto com José Nilton (Venceu a corrida do Soldado), Osvaldo Souza e Sigisberto. Carmem vai morar nos Estados Unidos e sai da equipe de Sobradinho, sua última conquista em Brasília foi a Maratona 21 de abril de 1991.

Continuamos com os mesmos feitos e vitórias. Solange vence a Meia-Maratona da Argentina. Surge Cleiton Moura, campeão dos 400m (Jogos do Mercosul).
Gianetti participa de seu primeiro brasileiro na marcha e fica em quinto 1ugar. Aparece a atleta Maria Sandra Pereira, juntamente com ela, ainda criança (10 anos) Gheysa Lino Mota.
Após trabalhar 6 anos sozinho, vem para minha satisfação o prof. Valtinho Pereira. O CID agora funcionando manhã e tarde com dois professores tende melhorar mais e mais. Já funcionava a tarde, comigo mesmo dando aulas às terças e quintas com 30 atletas. O Prof Valtinho aperfeiçoou esta turma que já está dando frutos.

Gianetti bate o recorde brasileiro de Marcha Atlética, vence o troféu Brasil, fica em terceiro no Sul-americano e vence o Ibero-Americano na Bolívia (primeira marchadora a vencer urna competição internacional) fica a 97 seg. do índice olímpico. Solange faz o índice para a olimpíada e Sobradinho tem duas atletas nas olimpíadas. Para minha satisfação, também o atleta Edgar Martins nos 1500m, descoberto por mim em 1989, mas que nunca competiu por Sobradinho (morava em Taguatinga) e em 1990 foi morar nos EUA.

De 1991 a 1996, vencemos quase todos os intercids. Solange também deixa Sobradinho e vai morar nos Estados Unidos. Nos Jogos da Juventude Sobradinho tem 7 atletas, Francisco Gildson, Erick Marques7 Cassiano Ricardo, Alex Almeida, Bruno Schiess, Vivian Brasil e Alexsandro Santos.

Descobre-se mais uma atleta, Viviane Anchieta Silva. Continuamos campeões de Brasília, masculino e feminino. Gianetti Sena venceu pela segunda vez o Campeonato Brasileiro de Marcha e o Troféu Brasil. Maria Sandra vence a primeira corrida de Rua em Brasília, a corrida do Soldado. Gheysa e Luciano vão para os jogos da Juventude. São Campeões no Trioféu Brasil, Solange (10.000m), Hudson Santos (1.500m) e Gianetti Sena (10.000m Marcha), todos, atletas revelados em Sobradinho, pelo prof. Sena.

Gheysa, Viviane e Rômulo vão para o Campeonato Brasileiro de Juvenis, Menores e Jogos da Juventude. Gianetti continua campeão brasileira e Sandra torna-se a melhor maratonista de Brasília. Continuamos como a melhor equipe de Brasília. Queremos agradecer o apoio do Dr. Francisco, que auxilia os atletas do CID e coloca á disposição sua clínica fisioterápica. O atleta Wilson Nogueira Júnior, com apenas oito anos venceu a marotinha. É a futura geração despontando.

Surge mais uma campeã, Marizete Moreira do Santos. Dos sete campeonatos disputados, Sobradinho conquista três: Menor masculino, Juvenil feminino e mirim masculino. Ficamos em segundo do Adulto masculino e feminino e no Infantil Escolar (VER FARTA DOCUMENTAÇÃO). No infanto juvenil temos a certeza que vencemos o masculino e há possibilidade de ter vencido o feminino, não temos certeza porque o resultado da FEDF ainda não saiu. 

Gianetti continua como a melhor marchadora do Pais e participou pela primeira vez de uma Copa do Mundo de Marcha, na França, ficou entre as 60 melhores do mundo. Maria Sandra ficou em segundo na Maratona do Rio de Janeiro e Porto Alegre e venceu a Maratona de Curitiba. Marizete e Floraci Ramos venceram em suas faixas etárias. Já temos a geração 2000, com Viviane Silva, Gheysa Mota, Mônica Raquel Lemos, Raquel Maria Pereira, Ariana Monteiro, Marizete Moreira que somarão com as veteranas como Maria Sandra, Gianetti e agora com Solange Cordeiro que voltou a treinar em Sobradinho. 

A Presença de atletas experientes e campeãs, servem como exemplo e estímulo para as novas gerações. De 1991 até 1999, Sobradinho sempre teve pelo menos um atleta nas seleções, seja menor, juvenil ou adulto. Em 1999 no Campeonato Brasileiro de Menores, tivemos Gheysa, Viviane e Rômulo. No Brasileiro Juvenil, Tivemos Gheysa, Viviane (conseguiu o 4º lugar nos 1500m) e Luciano França. Surgem nesse ano novos atletas como Marco Antonio (Babão), Alexandre Cardoso, Cleber Bezerra, Elienay Pereira, Rafael Fontenelli, Edenilza Caetano e a pequenina Sheilla Cardeal com o seu irmão Charleilton.

Juntamente com os atletas acima, ainda surgem Simone Oliveira, Raquel de Souza, Elaine dos Santos, Kamila Santana e Sobradinho, pelo CASO, que continua conquistando campeonatos.

Nos Jogos da Juventude em Pernambuco, Sobradinho participa com onze atletas, superando os anos anteriores: Marcos Antonio, Apoena, Alexandre Cardoso, Viviane, Sheilla, Gheyza, Edenilza, Rafael, Elienay, Cleber Bezerra e Raquel Tolentino. No segundo semestre um garoto desengonçado, onze anos aparece e faz 4min30seg nos 1.000m, o tempo não foi bom, mas todos virarm o esforço do espichado Ranon Tenório. Sobradinho continua ganhando campeonatos. Ainda, cede 18 atletas para fundar a Geração Campeã, no CIEF.

Jogos da Juventude em Goiânia, com Apoena, Sheilla, Patrícia Marques, Cleber Bezerra, Nayara Marinho e mais cinco atletas de Sobradinho, fizeram excelente apresentação como medalha para Apoena. Rafael Fontinelli vence o brasileiro juvenil de Marcha, o Sul-americano e torna-se o quarto do mundo juvenil, na Jamaica.

Nos Jogos da Juventude, as atletas de Sobradinho são destaques, com Raquel Souza, Sheilla Cardeal, que venceu os 800m, Kamila Santana, Érika Santos (quarta na Marcha), Caio Sena, Nayara Marinho, Charleilton Cardeal, Fernanda Ribeiro, Jonas Pires. Participamos de todos os campeonatos com medalha para Rafael no troféu Brasil, 20km Marcha. De oito troféus disputados em 2003 o CASO venceu sete. Recorde. Márcio Andrade ganha bolsa atleta por ser o quinto do Brasil na Marcha Atlética. Rafael continuou ganhando medalha no Troféu Brasil, Cleber Bezerra foi Bronze no Brasileiro Menor, 800m e Elienay Pereira foi medalha de bronze no juvenil 10km Marcha.
Nos Jogos da Juventude Sobradinho contou com Sheilla Cardeal, Medalha de bronze nos 800m, Dejaime César, medalha de bronze nos 10.000m Marcha, Raquel Souza, Kamila Santana, Johnny Geraldo, Nayara Marinho, Érika Santos. Nos Jogos Escolares Brasileiros o atleta Ranon foi medalha de prata nos 1.000m (2.46.56) e teve a participação, também, de Érika Santos. Em 2004 a Atleta Sheilla Cardeal foi a Campeã brasileira dos 800m menor (2.15.59). Rafael venceu o sub-23 nos 20km de Marcha e foi segundo sul-americano na mesma prova, ainda foi terceiro no Troféu Brasil. Elienay Pereira foi bronze no sub-23 e Troféu Brasil. O CASO em 2004 disputou 10 troféus em 2004, venceu oito.

Hoje temos 160 atletas inscritos na Confederação Brasileira de Atletismo e temos o seguinte saldo para a história:
SETE CAMPEÕES SUL-AMERICANOS. Alexandre Coutinho, José Nilton Rodrigues de Souza, Hudson Santos Souza, Carmem Souza Oliveira (recordista sul-americana dos 5.000m, 10.000m, 15km, meia-maratona e maratona), Solange Cordeiro de Souza, Gianetti de Sena (venceu o Ibero-Americano de 1996) e Rafael Fontinelli, Caio Oliveira de Sena Bonfim, campeão sul-americano Menor (2008), segundo melhor do mundo no ranking Menor da IAAF (2008) e campeão Juvenil da Copa Panamericana de Marcha, El Salvador (2009). 

Ainda, Sheilla Cardeal, campeão dos 800m menor em 2004 e Edenilza Caetano dos Santos, campeã brasileira do lançamento do Disco, categoria sub-23 em 2005; ALEX SANDRO JESUS DE OLIVEIRA – Campeão da Olimpíada Colegial de 2006 nos 600 e 1000m; Ranon Tenório da Silva, campeão Menor dos 800m(2007); Cléia Cruz da Silva, campeão brasileira Menor, 5km Marcha Atlética (2008) e Eduardo Martins da Silva, campeão 10km Menor da Copa Brasil de Marcha Atlética (2009).

Dez Anos seguidos como Campeão de Brasília (Masc.): De 1989 a 1998.
Dezenove anos seguidos (como campeão de Brasília (fem.): De 1985 a 2004.
Campeão de Brasília: Em todas as categorias e modalidades possíveis.
O primeiro CID de Brasília (CID é da Secretaria de Educação do D.F): Funciona desde agosto de 1983.
Mais de cem recordes: Contando com Sul-americano e Brasiliense e Brasileiro.
Único CID de atletismo que permanece desde a fundação: Em 1985 tínhamos mais de 11 CIDs de atletismo funcionando. Com o tempo, salário pouco, retirada dos passes escolares para as competições, todos fecharam. Sobradinho permanece firme. Hoje deve ter quatro CIDs de Atletismo funcionando.

Único Cid que participou de todos os Jogos Escolares, Intercids, Campeonatos da Federação desde 1983. Acreditamos que a Competição é a melhor forma de revelar talentos.

Único CID com maior número de atletas em competições: Geralmente o CID participa das competições com três atletas por prova.
Fez Campeão Em todas as modalidades: Salto em altura, salto triplo, salto em distância, marcha atlética, 50m, 75m, l00m, 200m, 300m, 400m 400ms/b, 110ms/b, l00ms/b, 1.000m, 1.500m, 1.500m obst., 2.000m obst., 3.000m obst., 3.000m, 5.000m, 10.000m, 15km, meia-maratona, maratona, arremesso do peso, lançamento do dardo, lançamento do disco, lançamento do martelo e lançamento da pelota. 

O que prova que se o atleta tiver talento e força de vontade o CID tem competência para fazê-lo campeão.
O CID que forma atleta para as olimpíadas: Carmem de Oliveira, Solange Cordeiro, começaram e fizeram índice treinando em Sobradinho. Mais tarde, já fora de Sobradinho o Atleta Hudson Souza participou da Olimpíada de 2000 e 2004.

 

TÉCNICO – JOÃO EVANGELISTA DE SENA BONFIM

414-1389 – joao.sena@bcb.gov.br – 61 (9213-3284)

PROF DE EDUCAÇÃO FÍSICA FORMADO PELA FACULDADE DOM BOSCO DE EDUCAÇÃO FÍSICA – DF – 1979 – TÉCNICO DE ATLETISMO DESDE 1979 – CREF 002284-G/DF.
POS GRADUAÇÃO EM TREINAMENTO EM TREINAMENTO DESPORTIVO
TÉCNICO INTERNACIONAL – NÍVEL D – CONF BRASILEIRA DE ATLETISMO – CURSO NIVEL I – FIAA ( JULHO DE 2004 – BRASÍLIA-DF) – MARCHA ATLÉTICA – EQUADOR-2002.

REVELOU OS SEGUINTES ATLETAS (professor Sena)
CARMEM DE OLIVEIRA – 1983 A 1992 – VENCEU SÃO SILVESTRE EM 1995
SOLANGE CORDEIRO – 1984 A 1999 – SEIS VEZES CAMPEÃ DA CORRIDA DE REIS – DF.
JOSÉ NILTON RODRIGUES –1989 a 1995- CAMPEÃO SUL-AMERICANO EM 1990-1.500m
ALEXANDRE COUTINHO –1979 a 1987 – CAMPEÃO SUL-AMERICANO-1986- 2.000m OBST.
GIANETTI SENA – DESDE 1981 – CAMPEÃ SUL-AMERICANA MARCHA ATLÉTICA 1996.
HUDSON SANTOS SOUZA 1989 a 1995– CAMPEÃO PANAMERICANO EM 2003. –1500 E 5000m
SHEILLA CARDEAL –DESDE 1999 – CAMPEÃ BRASILEIRA ESCOLAR – 2003. CAMPEÃ BRASILEIRA – MENOR/2004 – 800m – 2.15.59;
EDENILZA CAETANO – campeã brasileira do Disco em 2005;
SANDRA PEREIRA –DESDE 1992 – CAMPEÃ DA MARATONA DE CURITIBA – 1999 (2h.39.43).
MARIZETE MOREIRA – DESDE 1999 – VICE-CAMPEÃ DA MARATONA DE SÃO PAULO – 2004. E, A PRIMEIRA BRASILEIRA. TEMPO DE 2H42MIN36SEG.
RANON TENÓRIO DA SILVA – DESDE 2001 – VICE CAMPEÃO DO JEBS 2004 – 1000m (2.46.95)
ALEX SANDRO JESUS DE OLIVEIRA – Campeão da Olimpíada Colegial de 2006 nos 600 e 1000m.
CAIO OLIVEIRA DE SENA BONFIM – 1º colocado no ranking brasileiro menor, segundo brasileiro juvenil e classificado para o Campeonato Mundial de Atletismo – Ostrava – República Thecka.
Cléia Cruz da Silva, campeão brasileira Menor, 5km Marcha Atlética (2008);
Eduardo Martins da Silva, campeão 10km Menor da Copa Brasil de Marcha Atlética (2009).
PRESIDENTE E TREINADOR DA EQUIPE CENTRO DE ATLETISMO DE SOBRADINHO – CASO
O CASO, DE OITO TROFÉUS DISPUTADOS EM 2003, VENCEU 07 (DF)– CAMPEÃO: MIRIM, MENOR, JUVENIL (MASCULINO E FEMININO) CAMPEÃO FEMININO ADULTO.
2004 CONQUISTOU OS SEGUINTES CAMPEONATOS (DF): ADULTO FEMININO, SUB-23 – MASC. E FEMININO – JUVENIL FEMININO. MENOR: FEMININO – MIRIM: MASC. E FEMININO.

TEVE MATÉRIA PUBLICADA PELA REVISTA BOA FORMA EM 1989, QUANDO RECEBEU MAIS DE 500 CARTAS. TEMA DA MATÉRIA: TREINAMENTO DE SEIS MESES PARA CORRER A SÃO SILVESTRE.
PARTICIPOU COMO TÉCNICO DA MARATONA DE NOVA IORK EM 1990/1991..

11 – PARTICIPOU DAS SEGUINTES SELEÇÕES BRASILEIRAS DE ATLETISMO

a)SUL-AMERICANO DE 1985(CHILE);
b) PAN-AMERICANO 1987(EUA);
c) CAMPEONATO MUNDIAL DE 15KM, 1989 (IRLANDA);
d) COPA DO MUNDO DE ATLETISMO (BARCELONA-ESPANHA) 1989;
e) CAMPEONATO MUNDIAL DE 15KM (RJ-BRASIL), 1990;
f) SUL-AMERICANO DE 1991(MANAUS-BRASIL);
g) CAMPEONATO MUNDIAL DE 1991(TÓKIO-JAPÃO);
h) UNIVERSÍADES, Schefield, INGLATERRA, 1991;
i) PAN-AMERICANO DE 1991 (CUBA);
j) CAMPEONATO MUNDIAL DE CROSS-COUNTRY, BOSTON, EUA, 1992;
l) IBERO-AMERICANO DE 1992 (SEVILHA-ESPANHA);
m) OLIMPIADA DE 1992 (BARCELONA-ESPANHA);
n) CAMPEONATO MUNDIAL DE EKIDEM (SHIBA-JAPÃO-1994);
o) SUL-AMERICANO DE MARCHA – 1998, (BOGOTÁ-COLOMBIA);
p) SUL-AMERICANO DE MARCHA ATLETICA, CHILE (PORTO SAVEDRA)- 2002;
q) COPA PANAMERICANA DE MARCHA – CHULA VISTA – EUA – 2003;
r) COPA PANAMERICANA DE MARCHA 2007 EM CAMBORIÚ – SC;
s) CAMPEONATO SUL-AMERICANO JUVENIL DE 2007 (SP);
t) CAMPEONATO PAN-AMERICANO JUVENIL ATLETISMO, 2007 (SP).
u) CAMPEONATO MUNDIAL DE ATLETISMO – BIDIGOSKY – POLONIA – JULHO DE 2008;
v) CAMPEONATO SUL-AMERICANO DE MARCHA – NOV/2008 – LIMA – PERÚ;
x) COPA PANAMERICANA DE MARCHA, SAN SALVADOR, EL SALVADOR – MAIO DE 2009.
k) CAMPEONATO PANAMERICANO DE ATLETISMO – TRINIDADE E TOBAGO, AGO/2009;
l) CAMPEONATO SUL-AMERICANO SUB-23 – MEDELIN – COLOMBIA – MARÇO/2010;
m) CAMPEONATO MUNDIAL JUVENIL – MONCTON – CANADÁ – JULHO/2010.
n) CAMPEOANTO MUNDIAL DE ADULTOS – DAEGU – KOREA – SETEMBRO/2011.
O) JOGOS PANAMERICANOS DE GUADALAJARA – MEXICO – OUTUBRO/2011.
p) COPA DO MUNDO DE MARCHA ATLÉTICA – SARANSKI – RÚSSIA – MAIO/2012.
q) COPA PANAMERICANA DE MARCHA ATLÉTICA – GUATEMALA – MAIO 2013;
r) CAMPEONATO SUL-AMERICANO DE ATLETISMO – CARTAGENA – COL –JUL/2013.
s) COPA MUNDIAL DE MARCHA – TAICANG – CHINA – MAIO DE 2014.
t) CAMPEONATOS IBERO-AMERICANOS DE ATLETISMO – AGOSTO DE 2014
u) CAMPEONATOS SUL-AMERICANOS DE ATLETISMO SUB-23 – MONTIVIDEO-URUGUAY;
T) COPA PANAMERICANA DE MARCHA ATLÉTICA – ARICA – CHILE. – 2015
u) JOGOS PANAMERICANOS DE TORONTO – CANADÁ – 2015
v) CAMPEONATOS MUNDIAIS DE ATLETISMO EM PEQUIM – 2015.
x) CAMPEONATO AMERICANO DE MARCHA ATLÉTICA, NOVEMBRO DE 2015.
z) COPA DO MUNDO DE MARCHA ATLETICA – ROMA – MAIO DE 2016.
Z.1) OLIMPÍADAS DO RIO – AGOSTO DE 2016.
z.2) Copa Pan-americana do México – 2019.

barra site branca