• setembro 26, 2021

Hoje é o dia de homenagear o medalhista Caio Bonfim

Ganhador do bronze na prova dos 20 km marcha atlética no Campeonato Mundial de Londres-2017, o brasiliense completa 30 anos nesta sexta-feira (19/3) e recebe homenagem e os parabéns da Confederação Brasileira de Atletismo

Bragança Paulista – Parabéns ao marchador Caio Oliveira de Sena Bonfim. O brasiliense Caio Bonfim, ganhador da medalha de bronze nos 20 km do Campeonato Mundial de Londres-2017, comemora 30 anos nesta sexta-feira (19/3), recebe os parabéns da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e é personagem da série Aniversário, criada para homenagear os medalhistas olímpicos e em mundiais adultos.

Considerado o melhor atleta da especialidade da história no País, Caio está entre os melhores marchadores do mundo, é respeitado pelos seus principais adversários e dono de uma carreira consistente. Além do bronze em Londres, ele tem muitos outros resultados expressivos desde as categorias de base.

No Mundial de Pequim, na China, em agosto de 2015, Caio obteve o sexto lugar nos 20 km, o melhor resultado de um brasileiro na história do Campeonato, igualando o feito do catarinense Sergio Galdino, sexto em Stuttgart, na Alemanha, em 1993.

Ainda em 2015, em julho, em Toronto, no Canadá, ganhou bronze nos Jogos Pan-Americanos. E repetiu a conquista de Marcelo Moreira Palma, que ocupou a mesma posição no Pan de Havana-1991, em Cuba. Quatro anos depois, em Lima, no Peru, ganhou a medalha de prata.

Qualificado para os Jogos de Tóquio-2021, Caio tem duas participações olímpicas. Foi 39º em Londres-2012 e quarto colocado nos 20 km nos Jogos do Rio-2016. Disputou ainda os 50 km no Rio, ficando na nona colocação, com 3:47:02, recorde brasileiro.

Caio Bonfim é recordista nacional dos 20.000 m, com a marca de 1:20:58.5, feita em Buenos Aires, na Argentina, em 5 de junho de 2011. Nos 20 km (rua), seu melhor resultado – e recorde brasileiro – é 1:18:47, obtido em La Coruña, Espanha, em 8 de junho de 2019.

No Circuito Mundial de Marcha, que tem o aval da World Atlhetics, o brasileiro soma diversas medalhas como nos GPs de Rio Maior, em Portugal, de Dudince, na Eslováquia, e de La Coruña, por exemplo.

Com sucesso nas competições internacionais, ele está imbatível há muitos anos no Brasil. No domingo (14/3) conquistou, por exemplo, o 10º titulo consecutivo da Copa Brasil de Marcha Atlética, em Bragança Paulista (SP). Já no Troféu Brasil de Atletismo soma oito vitórias, depois do ouro em dezembro passado, no Centro Olímpico, em São Paulo, nos 20.000 m na principal competição interclubes da América Latina.

Caio tem o DNA da marcha. Atleta do Centro de Atletismo Sobradinho (CASO), do Distrito Federal, é filho do técnico João Sena e da também treinadora Gianetti de Oliveira Bonfim. Sena é um conceituado treinador e Gianetti, que também faz sucesso na profissão, foi sete vezes campeã brasileira.

Caio Bonfim começou a treinar em 2007. No começo, não queria, mas fez um teste, gostou e nunca mais saiu. Teve que superar um problema delicado de saúde, aos 2 anos. Por carência de cálcio, as pernas do menino começaram a entortar, e ele necessitou de uma cirurgia para corrigi-las. Fez a operação quando tinha menos de 3 anos. Ao contrário do temor dos médicos, de que o problema poderia voltar, Caio cresceu normalmente – faz atividades físicas desde os 6 anos.

Ainda jovem, foi o quarto colocado os 10.000 m no Mundial de Juvenis (sub-20) de Moncton-2010, no Canadá. Antes, em 2008, havia sido sexto no Mundial de Juvenis de Bydgoszcz, na Polônia. Foi prata no Pan-Americano Juvenil de Port-of-Spain-2009, em Trinidad y Tobago.

Casado com Juliana, é pai de Miguel que nasceu em 2019. Após obter a 10ª vitória seguida na Copa Brasil no domingo (14/3), ele anunciou que será pai novamente este ano.

“Esta série de perfis que publicamos é uma forma de homenagear os nossos heróis, os atletas que representam bem o nosso esporte e que tantas glórias trouxeram para o Brasil. Parabéns ao Caio Bonfim, em meu nome e da confederação”, disse Warlindo Carneiro da Silva Filho, presidente do Conselho de Administração da CBAt.

Fonte: http://www.cbat.org.br/novo/noticias/noticia.aspx?id=28522

0 Avaliações

Escreva a avaliação

casoatletismo

Ler anterior

COPA BRASIL – Caio Bonfim obtém o 10º título seguido

Read Next

Covid-19: Confederação de Atletismo suspende torneios em abril

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *