• outubro 19, 2021

Gabriela Muniz vence marcha atlética no Brasileiro Sub-20

A atleta do CASO tornou-se bicampeã da competição e agora sonha com o Mundial Sub-20 de Nairóbi no ano que vem. Outro bom resultado, apesar do vento, foi conquistado por Lucas Rodrigues, que é originário da provas com barreiras

Bragança Paulista – A brasiliense Gabriela de Souza Muniz (CASO) foi a campeã dos 10.000 m marcha atlética no Campeonato Brasileiro Caixa Sub-20, na manhã deste domingo (8/11), no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista. O bicampeonato brasileiro da prova foi obtido com o tempo de 52:03.00. Gabrielly Cristina dos Santos (PM Colombo) ficou com a prata, com 52:23.57, e Gabriela Santos de Almeida (CASO), com o bronze.

Gabriela Muniz treina com o marchador Caio Bonfim, medalhista de bronze no Mundial de Londres-2017, no grupo dos treinadores Gianetti Bonfim e João Sena. “Foi uma prova muito boa, com clima excelente, e pude dar o meu melhor. Eu treinei bastante para essa competição e gostei da minha marca”, disse Gabriela, de 18 anos. Mas a sua melhor marca no campeonato foi obtido em 2019, com 50:38.30 (recorde do torneio).

“É excelente treinar todos os dias com o Caio, ter a Gia e o Sena como treinadores, é o tempo todo um ajudando o outro, um dando dica para o outro”, afirmou Gabriela. “Eu quero conseguir o índice para o Mundial de Nairóbi, em 2021”, acrescentou.

“A Gabi pode chegar onde ela quiser, é talentosa, fria e estrategista. Costumo dizer que ela é a minha ‘Caia’, com uma personalidade atlética parecida com a do Caio, que sabe a hora de atacar e é muito disciplinada para treinar. Eu sou suspeita, mas a prova aqui foi linda. Colocamos seis atletas na prova e levamos duas medalhas. Muito lindo ver essas meninas treinando”, afirma Gia. Disse que as atletas treinaram em áreas rurais de Brasília durante a pandemia, com ela acompanhando de bicicleta. “Aproveitei para entrar em forma”, complementou Gianetti.

200 m com vento – Vida Aurora Caetano (Tornado-DF) venceu os 200 m no Brasileiro Caixa Sub-20, com 24.05 (2.2 m/s), comemorando a dobradinha na competição – na sexta-feira ela foi campeã dos 100 m (11.68). “Se não fosse o vento seria a minha melhor marca”, lamentou. “Mas eu não esperava dois ouros e me senti muito feliz com as vitórias. Tudo o que se faz com vontade tem a recompensa merecida”, comemorou. O nome Vida a atleta recebeu da mãe Keiliane, devido a superação no seu parto e nascimento, após problemas em duas gestações anteriores.

Ana Cecília Correia de Oliveira (ABDA Atletismo) ganhou a medalha de prata (24.36) e Eliane Eduarda de Souza (4F AJMT) e de bronze (25.03).

Nos 200 m masculino, a vitória foi de Lucas Rodrigues da Silva (Mangueira do Futuro), com 21.24 (3.3 m/s). Igor Medeiros de Oliveira (Clube Potiguar de Atletismo) foi o segundo (21.56) e João Carlos dos Santos Júnior (FAE-Osasco), o terceiro (21.78). Lucas, que foi à Mangueira para jogar basquete, resolveu experimentar a pista de atletismo e gostou. Fez barreiras antes de passar aos 100 m e 200 m. Atualmente treina na ESEFEX, com Renan Valdiveiro, treinador do barreirista Gabriel Constantino, recordista sul-americano dos 110 m..

Lucas foi bicampeão brasileiro dos 200 m e ficou com a medalha de bronze nos 100 m. “Foram provas para completar o meu ano de sub-20”, disse Lucas, de 19 anos, que vai competir o Troféu Brasil Caixa de Atletismo e quer o índice para ir ao Pan-Americano Sub-23.

Os outros campeões da etapa foram Ana Luísa Couto Soares Ferraz (Orcampi), no heptatlo (4.940 pontos), Regiclecia Candido da Silva (AERO), no salto triplo, com 12,84 m e Ysnaira dos Santos Vieira (Centro Olímpico), com 3,55 m.

Fonte: CBAt

0 Avaliações

Escreva a avaliação

casoatletismo

Ler anterior

ATLETAS DO CASO DE SOBRADINHO/DF PARTICIPAM DO CAMPEONATO BRASILEIRO CAIXA SUB-20 QUE ACONTECE EM SÃO PAULO

Read Next

CASO brilha no Campeonato Brasileiro Caixa Sub-20

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *